Imprimir
PDF

JK no Exílio

Documentário - 52 minutos | 2010

conheça o site do filme: www.filmejknoexilio.com.br

JK no Exílio inaugura uma nova fase na reflexão sobre o exílio. Existe muito equívoco na compreensão sobre o seu significado. O exílio nunca é uma condição voluntária, não é uma viagem, não é uma fuga, o exílio é sempre um banimento. É uma condição que pode levar o exilado a soluções extremas. O poder estabelecido cria uma situação que leva determinadas pessoas a terem que abandonar sua pátria contra sua vontade. No passado, o exílio era uma situação muito dura, pois não existiam os meios de comunicação da atualidade. Era um verdadeiro isolamento da família, dos amigos, do seu povo.

O que registramos com este documentário foi o momento mais cruel da vida de Juscelino Kubitschek, que, afastado de sua família e do povo brasileiro, foi perseguido, traído e acusado, injustamente, de ser a sétima fortuna do mundo, vítima de um plano de difamação para afastá-lo do cenário político.

É importante registrar também que este filme só foi possível graças aos relatos de várias testemunhas de grande importância e principalmente a uma testemunha que ainda encontra-se exilada e que melhor do que qualquer outra pessoa poderia falar sobre aquele momento, a senhora Maria Alice Gomes Berengas, secretaria de JK em Paris, encontrada pelo professor Carlos Alberto Maciel, idealizador do filme.

JK no Exílio tem como objetivos esclarecer os fatos, fazer justiça com Juscelino Kubitschek e com Maria Alice Berengas e chamar a atenção para a importância da reflexão sobre o significado do exílio, além de transmitir às novas gerações JK enquanto exemplo de dignidade política, uma referência para todos os brasileiros. 

Notícias sobre o filme